domingo, 27 de dezembro de 2009

NATAL COM MARIA





Eu já estava anciosa sem poder postar aqui, acho que problemas com o Blogger... enfim, estou aqui mais uma vez para babar Maria Eduarda, me despedindo deste ano de descobertas e conquistas pessoais.
O Natal com Maria e minhas filhas e meu amor foi lindo, fiz uma mesa de guloseimas só para ela...é provou quase nada, mas valeu assim mesmo!
Quero curtir cada dia minha netinha linda, ter saúde para fazer muitas festas e participar da alegria de um monte de gente apaixonada por seus pequenos.
Que 2010 seja repleto de coisas boas para você que está lendo o blog neste momento!
Obrigada por vir aqui e acompanhar as minha vovozisses.
Bejiosss

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

FESTA DE ANIVERSÁRIO DE HENRIQUE!




Tive notícias que Maria se divertiu bastante na festa de Henrique, ela estava realmente linda! Foi para o pula-pula e arrebentou!
Maria e suas baladinhas... linda ... só esperando Papai Noel chegar.

Tereza Cristina

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

FESTA NA ESCOLA!

Dudinha não gostou muito da roupa "Mamãe Noel", mas com muito carinho e paciência conseguimos convence-la a vestir, afinal, depois de tantos ensaios não poderia ficar de fora da apresentação de sua sala na festa de encerramento do ano letivo,
Aceitou a roupa apenas para ser fotografada, ela adooooooraaaa!
Na foto acima ela ainda estava em casa.
Na escola, não gostou de platéia e chorou muito. Fiquei olhando tudo, mas com vontade de tirá-la de lá daquele palco. Ela definitivamente não gostou daquela movimentação toda.
Voltou para casa mais alegre, caiu na cama e dormiu.
Eu, ao contrário estou aqui diante do computador babando as fotos da festinha... pode?
Linda!Linda! Ela é linda!

Tereza Cristina

sábado, 21 de novembro de 2009

INGULEI!


Tenho muitas novidades sobre Maricotinha, como a Dinda a chama... Ganhou sua primeira bicicleta, o vocabulário está imenso! Já faz ritual após o banho, creme na pele, perfume e penteado...Ah! Maricotinha está cada dia mais linda e sabida! (Não é confete de avó! É?)

Nunca aprovei essa mania de criar monstros e seres assustadores para conseguir que as crianças façam algo. Lá na casa da outra vovó tem um senhor que se senta na cadeira e fica a banlançar... Maria não é muito amiga dele e o chama de véi João, mas, o incrível é que certo dia, para que ela se alimentasse o papai disse: Come senão o véi João vai levar tua comida! Maria ingoliu rápidamente o que tinha na boca e desde então ela pede para chamar o"Véi João", se diverte e rir muito e leva tudo na brincadeira.

O véi João agora faz parte dos momentos mais legais de Maria e ela faz tudo isso acontecer!

Maria fica por longos minutos com a comida na boca, quando perguntamos a ela -Você inguliu? Ela responde: INGULEI!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

O BLOG DE ROUPINHA NOVA!




Ai gente! achei esta nova roupinha do blog um mimo! E vocês gostaram? Comentem!

O Natal para Maria...


O Natal da minha infância sempre foi muito bom, cheio de magia e expectativas, os natais que se seguiram com a maternidade não foram diferentes. Minhas filhas acreditaram na existência de Papai Noel. Eu penso que tudo que a gente deixa de acreditar, deixa verdadeiramente de EXISTIR.

Neste Natal farei especialmente para ela uma mesa natalina de guloseimas! Decorada com toda magia e toda alegria! Nos próximos, nos muitos que ainda viveremos juntas, levar as crianças carentes um pouco de tudo que somos e temos, aí sim tudo vai ficar COMPLETO!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

MARIA EDUARDA CANTA BEYONCÉ!

video

Poses para "fotos", risos, musiquinha da barata, e finalmente, HELLO de Beyoncé! (Participação especial de Juyce (a cadela!).

O QUE É ETERNIDADE...

Descobri sem querer o que é ETERNIDADE...

sábado, 17 de outubro de 2009

VOVÓ EU QUERO RUIM!

Para Maria não consumir tão cedo refrigerantes (não só coca-cola!) eu disse a ela que era RUIM. Então não deu outra, agora refrigerante mudou de nome, é RUIM!
Gente me dá um babador aí! rsrs

Croché,Tricôs, Agulhas e Tecidos

Nunca aprendi a fazer croché ou tricô, embora a minha mãe sempre insistiu... Acho que era falta de dom... ou talvez porque naquele tempo as meninas achavam cafona. Por muito tempo essa arte esteve associada ao envelhecimento. Tudo bobagem! Hoje lamento não ter aprendido com a minha mãe tudo isso, consegui aprender a fazer um bordado chamado rococó, bordei apenas uma peça para a minha filha mais velha, a Mayana. Depois que virei avó tudo ficou cheio de linhas, agulhas e cores que eu não sei fazer... Tenho uma prima muito querida que faz estes mimos especiais , ela fez um cachecol de tricô para Maria.
Existem coisas nessa vida que são imperceptíveis em determinadas fases da nossa vida, claro que tudo tem seu tempo, tive o meu, mas realmente lamento não ter me interessado por muitas delas.
Fazer tricô,croché, rabanadas, costurar, tocar piano...
A vida é imensamente recheada de oportunidades! Agora estou atenta e não quero perder nenhuma! As pequeninas, aquelas ligadas a nossa existência são as mais importantes.
Me lembro de todos os dias em que fugi do intervalo na escola para ir apenas ver o grande piano. Estudei numa escola de freiras Sacramentinas e como lá era também um convento, tinha uma sala com um grande piano, não era permitido a nós alunas (só estudava mulheres) o acesso a sala.
Sei que o piano ainda está lá...
Quero ainda aprender muitas coisas, quero que Maria se lembre de mim como uma avó cheia de "talentos" que se arrependeu de não ter aprendido fazer um monte de coisas para a sua Maria.

domingo, 11 de outubro de 2009

HOJE É DIA DE MARIA!


DIA DAS CRIANÇAS



UM DIA A DIA

DIAS COM MARIA

EDUARDA COM OU SEM FARDA

DIA DE RISO E FELICIDADE

DIA DE SEM MALDADE

DIA DE ALEGRIA

NOITE E DIA

DIA DA SANTA

DIA QUE ENCANTA

DIA DE ORAÇÃO

DIA DE LUZ

DIAS AZUIS

DIA DE MARIA

DIA DE INOCÊNCIA

DIA DE POESIA

MAIS QUE UM SIMPLES DIA

HOJE É DIA DE MARIA!

Tereza Amaral

terça-feira, 6 de outubro de 2009

ISTO É UMA GALAQUISSA!


TODO MUNDO SOLETRANDO! GA-LA-QUIS-SA! AÊÊÊ!!!!!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009


Eu queria mesmo agradecer as visitas que minhas amigas do coração fazem a este blog cheio de confetes! Não tenham dúvidas de que aqui eu registro só um tiquinho da baba que escorre desta avó que vos fala!

Quem ainda não é avó se prepare porque tudo isso é muito bom!

Além de partilhar toda minha felicidade com as pessoas que gosto, aqui é livro-registro para Maria ler e rir ou quem sabe chorar de felicidade...

Se a tecnologia permite, vamos abusar né?

Eu tenho algumas fotos em preto e branco e alguns mini -binóculos!(quem tem menos de 40 anos não sabe o que é!)

Minhas filhas tem muitas fotos coloridas da super máquina Yashica paraguaia!

Nada é tão bom e quase completo do que um blog!

Obrigada a todas que gostam, lêem e comentam!

Continuem comentando as minhas vovozisses! EU ADORO!!!!!!!

Beijos!

Tereza Amaral


terça-feira, 29 de setembro de 2009

CANTANDO COM MARIA


" Chegou a hora de pagar a velinha! Vano cantá aquela naniquinha! parabéns pá bocê! Parabéns pá bôce, pelo seu nunuversálio! (Maria Eduarda - 2 anos e 2 meses)

FOTOGRAFANDO...

Parece até que os cachos de Maria estão passeando pelo mato verdinho em direção ao pôr-do-sol!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

FUUUUMMMMM ! BAFOU!


Há um bom tempo atrás BAFAR era pegar algo sem permissão de forma abrupta.
Bom, mas os novos tempos são anunciados com Maria Eduarda, BAFAR é soltar pum!
Não consigo ficar sem rir com este verbete de Maria! É sensacional!
Como sempre sofro acusações das minhas filhas de que acho TUDO que Maria faz sensacional, esta vai para a minha coleção!
Maria não perdoa nem poupa ninguém! Se você BAFAR ela vai te denunciar! Faz essa carinha da foto e fummmmmmm ! bafou!

A SERPENTE QUE QUERIA SER DIFERENTE


Na Serra da Boa Viagem vivia a mais inconformada das serpentes que já pode existir no lugar. Todos os animais dali comentavam que Filó era a criaturinha mais insatisfeita do planeta. Nada estava bom para ela, vivia sempre reclamando: - Oh! Vida!Hoje não estou satisfeita, vivo sempre a me arrastar... Ninguém fale comigo! Eu não quero conversar! Logo quando o sol chegou iluminando as folhas, cheias de gotas de orvalho, Filó resmungou: - Este sol está quente demais!

- Por que está tão insatisfeita Filó? Perguntou o mosquito Manuelino.

- Eu queria voar como um mosquito. O Senhor acha isso esquisito?

- Não! Não! Mas temos a nossa contribuição na natureza, todos os animais aqui nesta linda Serra precisam uns dos outros! Manuelino partiu voando até desaparecer dos olhos atentos de Filó. Ao voltar para sua casa à noite, encontrou uma velha amiga.

- Boa noite Filó!

- Boa noite! Respondeu Filó muito impaciente

- Por que tanta tristeza e raiva Filó? Perguntou a pequena serpente de corpinho colorido.

- Eu queria ser colorida! Isso é pedir muito na vida?

- Cada ser nasce do seu jeito Filó, tem cores e formas diferentes! Assim cada um de nós tem participação para a harmonia da natureza! Você é tão bonita!

- Bonita que nada! Eu queria ser diferente! Resmunga Filó a caminho de casa.

No dia seguinte, Filó estava entre as folhas, quando avistou a raposa Sinhá desesperada, pois seu filhote estava no alto da árvore e não conseguia voltar. Ele havia caído dentro do tronco oco da árvore. Os pássaros já haviam tentado socorrer o filhote, mas mesmo sabendo voar, não conseguiam entrar no orifício do tronco. O mosquito Manuelino também tentou, mas seu corpinho fino e pequeno, não poderia puxa-lo de lá. A sua melhor amiga, toda colorida, se esforçou, mas seu corpo não era tão robusto e forte para salvar o filhote. Filó deslizou lentamente até o galho mais alto, entrou no tronco da árvore e enrolou-se no filhote arrastando-o de volta até o chão.

- Obrigada Filó! Agradecia feliz dona Sinhá.

- Conte sempre comigo! Filó respondeu orgulhosa.

- Ainda quer ser diferente Filó? Pergunta o mosquito Manuelito, voando de lá para cá.

- Eu não quero não! Pude salvar uma vida! Agora aprendi a lição! Responde Filó, com os olhinhos cheios de satisfação.


Tereza Amaral

FOTOGRAFANDO...


quinta-feira, 17 de setembro de 2009

QUANDO FICO SEM MARIA...


Por toda a minha infância povoei minha casa de "amigas" bonecas que brincavam comigo, tinham longas conversas e fantásticas brincadeiras!
Não havia ainda saído das fraldas, como diziam os mais velhos e já estava apaixonada por um outro mundo que seria real e só meu... já levei comigo Mayana... com ela pude experimentar todas as boas sensações de se ter companheiras de verdade! Ela estava ali, mas era totalmente dependente de mim, minhas "comidinhas" não eram mais feitas de folhas do jardim da minha mãe.
Depois de muito aprendizado, chegou Nathalia, foi planejada para sermos as três mosqueteiras! Eu amava brincar... e gosto até hoje!
Elas já não querem mais o meu mundo, este mundo onde tudo é possível e que eu ofereci durante anos.
Brincadeiras e faz-de-conta são deliciosos
Maria gosta do meu mundo, da minha infância e isso me leva de volta pra lá, lá pra onde vai quando se é criança!
Quando ela fica longe de mim, eu fico assim...
Tereza Amaral

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

A MÚSICA PREFERIDA DE MARIA!

Ilustração ( informe o autor, obrigada!)

A Barata diz que tem sete saias de filó!

É mentira da barata, ela tem é uma só! Ah ra ra, iá ro ró, ela tem é uma só !
A Barata diz que tem um sapato de veludo.

É mentira da barata, o pé dela é peludo! Ah ra ra, Iu ru ru, o pé dela é peludo !
A Barata diz que tem sete saias de filó

É mentira da barata, ela tem é uma só! ah ra ra, oh ró ró, ela tem é uma só
A Barata diz que tem um sapato de fivela

É mentira da barata, o sapato é da mãe dela! ah rá rá, oh ró ró, o sapato é da mãe dela
A Barata diz que tem uma cama de marfim.

É mentira da barata, ela tem é de capimAh ra ra, rim rim rim, ela tem é de capim
A Barata diz que tem um anel de formatura.

É mentira da barata, ela tem é casca dura! Ah ra ra , iu ru ru, ela tem é casca dura
A Barata diz que tem o cabelo cacheado.

É mentira da barata, ela tem coco raspado! Ah ra ra, ia ro ró, ela tem coco raspado

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

O MELHOR DO MUNDO...


Esse título diz tudo que sinto em relação a Maria, O melhor do mundo, o que aguarda Maria de melhor neste nosso mundo?
Quero estar aqui por mais 40 ou quem sabe 50 anos para ensinar-lhe os valores que aprendi.
Ensinar-lhe, que sorri é bom!
Que chorar é necessário que nos faz sentir vivos
Que amar é imprescindível ainda que não tenhamos a reciprocidade sonhada.
Que sonhar é o primeiro passo para ser feliz.
Que o dinheiro é importante( muito) mas sem todos que amamos por perto não nos servirá para nada, além de consumir e cair num imenso vazio.
Que Deus está sempre perto de nós.
Que as pessoas nos decepcionam, mas a gente pode chamar isso de APRENDIZADO.
Que despreocupação não é sinônimo de irresponsabilidade.
Que tudo acontece ao seu tempo e acontece se a gente deseja de todo coração.
Que ser mãe é MARAVILHOSO!
Que viver é dar sentido a existência, é encontrar o caminho onde os dias são sempre iluminados.
Que o vício é uma escravidão que nos rouba as oportunidades da vida.
Que o outro é diferente e por isso tão interessante.
Que o amor é a maior força que existe na terra.
Que a famíia e nossa casa é melhor lugar que podemos estar.
Que nossa história é importante para todos que vem depois de nós.
Que ensinar é nossa função na terra, ainda que não sejamos profissionais de ensino.
Que a literatura e a boa música é também alimento.
Que a arte é a forma mais criativa de dizer o que pensamos.
Que fecundamos também no coração, podemos adotar e sermos muito felizes!
Que viver é a maior e mais bela aventura!
Que amar uma Maria assim, é uma dádiva e benção!

domingo, 2 de agosto de 2009

MARIA E EU !



QUEM TEM A BOCHECHA MAIOR?
É MUITO LEGAL VER ESTAS FOTOS!

Vida sem avó

Placa de Porta - Soraia Leite


Vida sem avó é vida sem lembranças doces...
Sem férias lobatianas... sem sítio pra ficar...
Vida sem avó não é moleza...não tem a quem pedir socorro, não tem a quem se queixar...
Vida sem avó é um colo a menos...
É não ter histórias antigas na memória...
Vida sem avó é não poder nunca perceber que as histórias da mãe estavam pela metade, meio mal contadas... Vida sem avó é ida, por que o V de vó é a própria vida...
Vida sem avó é não saber das traquinagens da mãe e do pai...
Vida sem avó é não ter acesso a duas vidas...
Vida sem avó é nó na garganta quando se tem lembranças dela, do seu cheiro...
Vivo sem avó desde que nasci...vivo assim...
Querendo ser Narizinho...
Tem uma foto dela na muldura antiga...
Então fico pensando como seria vida com avó...
Acho que seria como no mundo de Lobato...
No ato eu teria mais fatos para contar aqui.
Vida sem avó é assim, faltam histórias de nós, faltam lembranças...
Falta bolo, doce feito em casa, falta muito de mim.


Tereza Amaral

Ai que saudades!

Ai que saudades desses cachinhoss nos meus dedos! Beijarei esse cangote até me fartar!
Maria está passando o final de semana da cada da vovó Lúcia e eu aqui agonizando de saudade!
Ela está sempre feliz lá como aqui em minha companhia e isso faz dela uma menininha especial!
Essa tendência natural de independência e crescimento é muito boa, é um exercício diário do qual criança nenhuma escapa. Maria está a cada dia ampliando seus horizontes e possibilidades.
Lembrei-me agora de um conto curto que escrevi a um bom tempo atrás " A caixa de sonhos", me inspirei em meu pai, que costumava guardar coisas e histórias.... Hoje tenho a minha " caixa" também e Maria um dia saberá qual é.


A CAIXA DE SONHOS
Sábado era dia de descanso, levantou cedo como de costume. Tomou um café quente e resolveu arrumar o quarto nos fundos da casa onde guardava ferramentas e outras relíquias, das quais não conseguia se separar. Num canto do quarto embaixo dos velhos livros, estava uma caixa, que ele visualizou sorrindo. Sentou, colocando-a ao colo e ficou por longos minutos explorando-a com carinho. Lembrou de muitos episódios, sobretudo do quanto sonhou em vestir um terno, com sapatos bem lustrados, ter uma pasta de couro para carregar pelas ruas. Ouvindo os passos rápidos de sua neta voltou os olhos para porta despertados pelo seu grito:
- Vovô o que está fazendo?
- Estou arrumando esse quarto. Respondeu ele deixando a caixa sobre a cadeira.
- E depois você vai dar aulas?
- Não, hoje é sábado! Não vou trabalhar.
- Por que então está trabalhando no quarto?
- Porque aqui no quarto eu não trabalho eu sonho. Respondeu sorrindo.
- Sonha como?
- Está vendo esta velha caixa? Abriu a caixa lentamente.
- Sim.
- É a caixa de sonhos do vovô.
- Nada disso, pensa que eu não sei? Essa é uma caixa de engraxate.
Tereza Amaral

quinta-feira, 30 de julho de 2009

AS COISAS QUE EU NÃO POSSO...


Existem momentos que meu amor por Maria é maior do que realmente posso... em sua imensidão, esse amor quer mais do que ser avó... isso eu não posso...Esta impossibilidade de "ser mais" me faz sofrer de certo modo. Me faz ver que sou limitada, queria proteger Maria , mas não posso...
Proteger de tudo que consigo ver de ameaçador, inclusive de mim mesma.
Não sei, não estou conseguindo gerenciar esse meu "poder" de avó.
Passei a ter medo de muitas coisas, entre elas, perder Maria.
Espanto sempre esses fantasmas do meu amor voterno para viver com mais tranquilidade.
Acho que eu já esperava Maria antes mesmo da mãe engravidar. Senti isso no dia em que ela nasceu.
Eu sabia que tudo iria ser diferente, só não sabia que ia ser tão doloroso saber que existem coisas que eu não posso fazer.

Tereza Cristina

quarta-feira, 29 de julho de 2009

É BIG! É BIG! É BIG!




Fazer o aniversário de Maria foi muito delicioso! Cada lacinho, cada detalhe carrega em si muito carinho!
Maria ficou eufórica com os preparativos da festinha, amassou muita coisa, rasgou outras, gritou "É minha!" com tudo que via...
A mesinha dos convidados ficou lindinha! Não posso colocar as fotos das crianças aqui sem autorização dos pais, mas a festança foi maravilhosa, eles adoraram!
Fiquei cansada algumas vezes e ainda assim ia me deitar pensando na decoração.
Agora que tudo acabou, Maria me fez descobrir o que quero ser quando crescer.



quarta-feira, 15 de julho de 2009

O QUE É FELICIDADE?





Felicidade é Maria descalça com seus dedinhos curtos explorando o mundo!
Felicidade é o seu pezinho com cheirinho de chulé azedinho que esfrego em meu nariz!
Felicidade é ver Maria se "esconder" de mim deixando a perna toda de fora do lençol!
Felicidade é dizer " eu te amo também" quando ela diz que me ama!
Felicidade é correr atrás de Maria quando ela está no meio de uma traquinagem!
Felicidade é observa-la dormir ...
Felicidade é ouvi-la cantar as músicas faltando pedacinhos!
Felicidade é ver Maria com seus pezinhos no scarpin da madrinha. Ela sabe andar de saltos!
Felicidade é ouvir a sua voz me pedindo para abrir o portão pela manhã!
Felicidade é fazer tudo que sei para ela... e tentar realizar o que jamais fiz.
Felicidade é contar aqui que Maria comeu sabão e parou de chorar com refrigerante!
Felicidade é saber que Maria ainda assim tem limites!
Felicidade é ter que dizer NÃO a Maria.
Felicidade é Maria em minha vida!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

ESPERANDO O SÃO PEDRO!





Maria não gostou dos estalos de salão que comprei para ela... Não permite que ninguém pegue na caixinha, mas ADOROU dançar " ORRÓ "(forró) ! A Dinda dançou com a KIKITA KEKET até cansar! Estamos esperando os festejos de São Pedro!

terça-feira, 23 de junho de 2009

HOJE É DIA DE SÃO JOÃO!


Hoje é o dia em que fico muito feliz, animada, mas Maria não está comigo como planejei e o meu amor está dodói...recebeu alta do hospital hoje no final da tarde.
Vejam só, eu, em pleno São João diante do computador escrevendo e sozinha! Coisas da vida...
De qualquer modo estamos em casa e em paz.
Maria está na casa da outra vovó, seus traques de massa estão aqui esperando por ela!
Todos os preparativos ficaram sem terminar, consegui apenas arrumar as canjicas na mesa...
O São João continua dentro de mim esperando Maria voltar e as minhas filhas.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

ENCANTADA E A MAGIA CONTINUA...

Lembro-me dos dias de festa na minha escola...
Maria parece observar a saia do vestido, da mesma forma como eu fazia com os meus, costurados pela minha mãe...
Lembro-me do cheiro de fumaça que impregnava no meu vestido...
Lembro-me da máquina de costura da minha mãe ainda com os retalhos e linhas...aquilo parecia mágica!
Eu não sei fazer mágicas como ela, sonhei e entreguei meu sonho a uma costureira.
Lembro-me das minhas filhas do tamanho de Maria e de tantas mágicas que a vovó delas fazia, todo São João.
Se ainda estivesse entre nós fazendo suas mágicas com sua máquina encantada, teria feito tudo para Maria...
Que incrível...estou num misto de tristeza e alegria intensa...
Lembro-me de todas as festas, tecidos, bicos, babados,luzes produzidas pelos fogos, as músicas...
Lembro-me de dias felizes da minha infância e das noites juninas com minhas filhas...
Lembro-me de tudo...de toda alegria, toda felicidade!
Maria me trouxe tudo de volta.

Tereza Cristina

A FESTA DA ESCOLA! SÃO JOÃO 2009!